DHL Express Portugal > Novidades sobre envios internacionais > E-commerce > 4 Dicas Para Manter O Seu E-commerce No Rumo Certo

 

4 Dicas Para Manter O Seu E-commerce No Rumo Certo

carrinho de compras miniatura em cima de portátil

Com o passar dos anos, o e-commerce tem crescido de uma forma exponencial e transformado a venda de produtos e a comercialização de serviços. Durante a pandemia da Covid-19, tudo isto foi ainda mais potenciado. Com os consumidores em casa devido a longos períodos de confinamento, as compras online passaram a ser a principal opção para a aquisição de muitos bens e serviços.

De acordo com os dados apresentados pela consultoria italiana Finaria.it, o número de utilizadores de comércio eletrónico aumentou 9,5% na comparação anual a meio do surto de coronavírus e contabilizou mais de 3.4 mil milhões de utilizadores em 2020. A tendência de aumento deve prosseguir este ano, com o número a crescer 10% para 3.8 mil milhões de utilizadores. Com isto, em 2021, as vendas de e-commerce global atingirão mais de 2.2 biliões de euros, devendo chegar a 2.8 biliões de euros em 2025. Estes números mostram que o futuro do comércio eletrónico é estável e não dá sinais de cair.

No entanto, será que está a fazer tudo para maximizar a sua fatia deste lucro? Será que o seu negócio digital está no rumo certo para o sucesso? Para o ajudarmos com isso, partilhamos consigo 4 conselhos para um negócio saudável.

1. A experiência do cliente

Tente sempre melhorar a experiência do cliente em todos os seus processos de negócio, incorporando mais funcionalidades e tecnologia. Características adicionais como capacidade móvel, forte proteção de dados, pagamentos online seguros e a funcionalidade de chat também se tornaram padrão nas expectativas para a maioria dos usuários, seja B2C ou B2B.

2. Pagamentos e custos

Os clientes do século XXI que estão à procura do seu produto estão espalhados globalmente. Por isto, a sua plataforma de e-commerce deve ser capaz de lidar com o pagamento em qualquer moeda. Melhore a satisfação dos mesmos, fornecendo transparência sobre os custos associados. Caso não seja possível, deverá ter, pelo menos, um “conversor de moeda” para que o cliente tenha noção do custo total.

3. Investir para lucrar

Investir no seu negócio é fundamental para garantir que o seu ponto de contacto com o cliente é positivo. Seja na otimização do seu site, na criação de uma app exclusiva ou na escolha do parceiro certo para a sua logística, deve garantir que a sua reputação não sai danificada devido a uma má experiência do seu cliente.

4. Estabeleça prioridades

Um negócio de comércio eletrónico abrange muitos fatores e deve focar-se em alguns que são prioritários. Velocidade de entrega, confiabilidade nos parceiros, rastreabilidade das encomendas, conveniência e uma boa política de troca e devoluções, devem ser as principais prioridades.

blank