A sustentabilidade no e-commerce

Carrinho de compras que contém caixas de cartão.

A rapidez e a conveniência do e-commerce fez com que este tenha beneficiado de um crescimento acentuado nos últimos anos. No entanto, esta expansão deu origem a um leque de problemas ambientais e de sustentabilidade decorrente deste tipo de comércio. Falamos essencialmente nos resíduos adicionais gerados pelas embalagens de encomendas.

Deixamos abaixo alguns pontos que pode implementar no seu negócio online para o tornar mais sustentável.

Cuidar do Ambiente

Devido ao enorme impacto da embalagens e respetivos resíduos do e-commerce no meio ambiente, a responsabilidade recai sobre os empresas na procura de soluções sustentáveis e ecológicas.

Desta forma a DHL Express tem vindo a reunir esforços para que os seus clientes possam ser adotar soluções de packaging sustentáveis: materiais completamente recicláveis, embalagens compostáveis e sacos de transporte de encomendas reutilizáveis.

Apostar neste tipo de materiais inovadores irá, a longo-prazo, levar a um aumento de poupança nos negócios. Por outro lado, com um consumidor cada vez mais consciente e alerta para a sustentabilidade, também a própria marca ao adotar medidas sustentáveis amplifica o seu o reconhecimento e prestigio.

Opções sustentáveis para e-commerce

Deixamos-lhe um conjunto de escolhas e medidas que devem fazer parte da orientação sustentável para os negócios online.

  • Entregas mais “verdes”

Entregas feitas com o uso de bicicletas, veículos elétricos e uso de combustíveis sustentáveis são formas significativas de reduzir o impacto ambiental.

  • Evitar devoluções

Para evitar devoluções e deslocações desnecessárias, é essencial que a descrição dos produtos no site seja 100% precisa e detalhada. Por outro lado, é também crucial evitar a destruição dos produtos devolvidos.

  • Uso de packaging sustentável

O uso de plástico comum deve ser substituído pela utilização de materiais sustentáveis como o papel. Evitar “agredir” o ambiente e preservá-lo deve ser uma prioridade.

  • Diminuir o número de envios

Evitar o envio separado de artigos pertencentes à mesma encomenda, para que desta forma se use o mínimo de embalagens possível.

 

Saiba mais sobre as novas tendências no packaging.